Brasil

'Superbebê': menina nasce com 7 quilos no Pará e surpreende pais e médicos

Estefany Araújo Evangelista nasceu com mais de 7kg e com 61 cm no hospital da Fundação da Santa Casa de Misericória, em Belém

Maria Eduarda Fernandes Publicado em 30/11/2021, às 14h42

Na foto, a bebê está sendo colocada em um berço maior pois não coube na incubadora
Na foto, a bebê está sendo colocada em um berço maior pois não coube na incubadora - Divulgação

Um bebê de 7,038 quilos e com de 61 centímetros nasceu no dia 15 de novembro, em um parto cesárea, em Belém, no Pará. A "superbebê'', como são chamados recém-nascidos com mais de 4 quilos, surpreendeu médicos e enfermeiros do Hospital da Santa Casa de Misericórdia. A bebê é tão grande que não coube na incubadora.

“Ela é uma bebê muito fofa, grande e linda. Como ela foge do nosso padrão de tamanho de recém-nascido, a princípio ela foi acomodada em um berço aquecido, pois não coube dentro do isolete que a gente normalmente usa. Ela é o xodó de toda a equipe”, relatou a médica pediatra neonatologista Olívia Mota em entrevista ao G1.

Estefany como foi batizada a criança, ficará em observação no hospital precisa de cuidados especiais devido à hipoglicemia que também pode apresentar problemas cardíacos.

Apesar de surpresos, os pais de Estefany ficaram felizes e aliviados com a tranquilidade do parto, até brincaram que a preocupação estaria nas 'roupas da criança'. "Não deu nela pelo tamanho. Agora estamos sem as roupas ideais para nossa filha. Agora temos que fazer um novo enxoval que atenda o seu tamanho”, disse o pai.

Essa foi a primeira gravidez de Francilene. Paulo já tem dois filhos de outro casamento. Ela acredita que a filha nasceu grande porque comeu muito durante a sua gestação, mas segundo a médica pediatra neonatologista Olívia Mota, recém-nascidos que nascem com pesos superior a 4 quilos ocorrem porque a mãe adquiriu o diabetes gestacional. 

Jornal Midiamax