Brasil

Pastor que se recuperou de câncer morre por complicações da Covid-19

Morreu nesta quarta-feira (17) por complicações da Covid-19 o pastor e líder religioso da Igreja Batista da Lagoinha em Belo Horizonte, Fernando Guillen, aos 41 anos. O pastor havia se recuperado de um câncer no ano passado depois de lutar mais de um ano contra a doença. De acordo com o comunicado divulgado pela igreja […]

Da Redação Publicado em 18/02/2021, às 15h36

Pastor era líder religioso da igreja Lagoinha (Foto: Divulgação)
Pastor era líder religioso da igreja Lagoinha (Foto: Divulgação) - Pastor era líder religioso da igreja Lagoinha (Foto: Divulgação)

Morreu nesta quarta-feira (17) por complicações da Covid-19 o pastor e líder religioso da Igreja Batista da Lagoinha em Belo Horizonte, Fernando Guillen, aos 41 anos. O pastor havia se recuperado de um câncer no ano passado depois de lutar mais de um ano contra a doença.

De acordo com o comunicado divulgado pela igreja mineira, Fernando teve um câncer do tipo linfoma folicular e se recuperou no ano passado.

O diagnóstico de infecção pela Covid-19 veio em janeiro deste ano. A doença se agravou no final do mês de janeiro e o pastor precisou ficar entubado no CTI (Centro de Terapia Intensiva) por 17 dias, mas não resistiu e morreu nesta quarta.

“Fernando Guillen descansou! Comunicamos que na madrugada desta quarta-feira 17/02/2021 nosso Apóstolo, Pai espiritual e General de Deus foi recebido nos céus. Ele levantou-se do leito de sofrimento e enfermidade, foi ao encontro de Jesus, que ficou de pé para recebê-lo, pois sua trajetória na Terra transcendeu.”, diz a nota da igreja.

Confira abaixo o comunicado da igreja na íntegra

Fernando Guillen descansou!
Comunicamos que na madrugada desta quarta-feira 17/02/2021 nosso Apóstolo, Pai espiritual e General de Deus foi recebido nos céus. Ele levantou-se do leito de sofrimento e enfermidade, foi ao encontro de Jesus, que ficou de pé para recebê-lo, pois sua trajetória na Terra transcendeu.

Eclesiastes 7 foi a última ministração que ele liberou sobre os seus filhos espirituais em sua Igreja. Naquela manhã ele nos ensinou que “a dor pode ser o ventre da grandeza, e que em todo processo de dor somos transformados”. Acreditamos que viveremos uma grande transformação com sua partida. Cremos nas verdades liberadas da boca desse Profeta que marcou gerações. Ele mudou não apenas a história da igreja, mas das sete áreas de influência da sociedade, e seu legado continuará vivo de geração em geração.

Agradecemos a todos que se levantaram em intercessão em favor da sua cura. Apóstolo Fernando foi o idealizador do maior Seminário de Intercessão Profética da América Latina com mais de 3 milhões de pessoas alcançadas em 30 Nações. Os alunos dessa escola multiplicaram-se nesse tempo e em nome dele, estamos orgulhosos por esse exército que se levantou. Triunfamos em glória!

Como Corpo de Cristo, nos unimos à família Guillen neste momento em memória ao homem que deixou um legado extraordinário por meio da sua esposa Apóstola Débora Guillen e da sua filha Sharon Guillen; bem como pelo seu irmão Bispo David Guillen e sua mãe Profeta Maria Eugênia Guillen.

Jornal Midiamax