Brasil

Operação no Rio termina com cinco feridos e 15 mortos após tiroteio

Operação Exceptis investiga o aliciamento de crianças e adolescentes para ações criminosas, como assassinatos, roubos e até sequestros

Gabriel Neves Publicado em 06/05/2021, às 11h08

Suspeitos fugindo pelo telhado durante a Operação Exceptis.
Suspeitos fugindo pelo telhado durante a Operação Exceptis. - (Foto: Reprodução/TV Globo)

A operação da Polícia Civil do RJ realizada na manhã desta quinta-feira (5) contra o aliciamento de crianças e adolescentes para atividades criminosas terminou com dois policiais e três civis feridos, além de 15 mortos após um intenso tiroteio.

Segundo a corporação, o policial civil André Frias, baleado na cabeça, e 14 suspeitos morreram na ação. Dois passageiros do metrô foram baleados dentro de um vagão. Dois policiais civis também se feriram.

Conforme publicado no G1, vídeos feitos pela população registraram o som de rajadas, e explosões de bombas foram registradas em diferentes pontos da favela.

Moradores contaram que não conseguiam sair de casa, entre eles uma noiva de casamento marcado e uma grávida com cesariana agendada, ambas para esta manhã.

A Operação Exceptis investiga o aliciamento de crianças e adolescentes para ações criminosas, como assassinatos, roubos e até sequestros de trens da Supervia. A polícia afirma que o tráfico da região adota táticas de guerrilha, com armas pesadas e “soldados fardados”.

Jornal Midiamax