Mortes por Covid-19 desaceleram em unidades prisionais em todo o país

Na última quinzena, dois óbitos foram registrados, chegando a um total de 563 mortes em unidades prisionais desde o início da pandemia.
| 26/08/2021
- 22:36
Mortes por Covid-19 desaceleram em unidades prisionais em todo o país
(Foto: Divulgação)

O número de óbitos provocados pela vem diminuindo em estabelecimentos no sistema prisional brasileiro, segundo dados repassados por autoridades locais ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Entre abril e junho deste ano o crescimento médio do número de foi de 54,6%, mas desde então vem desacelerando: entre junho e agosto o crescimento foi de 12,7%. Na última quinzena, dois óbitos foram registrados, chegando a um total de 563 mortes em unidades prisionais desde o início da pandemia.

De acordo com os dados, já são 101.604 o total de casos de Covid-19 em unidades prisionais e do sistema socioeducativo desde o início da pandemia, sendo, no prisional, 66.040 entre pessoas privadas de liberdade e 24.952 entre servidores. Em estabelecimentos do sistema socioeducativo, foram 10.612 contaminações (2.637 entre internos e 7.975 entre profissionais), com um total de 101 óbitos, todos entre servidores e servidoras.

O acompanhamento da situação da Covid-19 nos estabelecimentos de privação de liberdade é feito pelo CNJ com auxílio do programa Fazendo Justiça, parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) e apoio do Ministério da Justiça e Segurança Pública para a superação de desafios estruturais nos sistemas de privação de liberdade.

Veja também

O novo diretor da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Daniel Meirelles Fernandes Pereira, tomou...

Últimas notícias