Brasil

Governo federal deve limitar benefício de carros para pessoas com deficiência

Tentando achar maneiras de compensar a perda na arrecadação de PIS/Confins sobre o Diesel, governo federal estuda limitar a isenção do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) com valores mais altos. Essa medida pode trazer uma receita de R$ 2 bilhões aos cofres públicos. Com diversos caminhoneiros e sindicatos confirmaram uma paralização a partir desta segunda-feira […]

Carolina Rocha Publicado em 29/01/2021, às 13h53

None
pessoadeficiencia.jpg

Tentando achar maneiras de compensar a perda na arrecadação de PIS/Confins sobre o Diesel, governo federal estuda limitar a isenção do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) com valores mais altos. Essa medida pode trazer uma receita de R$ 2 bilhões aos cofres públicos.

Com diversos caminhoneiros e sindicatos confirmaram uma paralização a partir desta segunda-feira (1°) e por conta disso o governo vem estudando a possibilidade de atender as reivindicações dos trabalhadores, para que a economia do país não sofra com a greve.

A ideia inicial é que tenha um limite para o valor do carro na compra com isenção do IPI, como já acontece com o tributo estadual. Para o ICMS, a isenção vai para veículos de até R$ 70 mil, para o imposto federal, não há essa limitação de valor para receber o incentivo. O governo avaliou e afirma que há uma “indústria” especializada em burlar as regras para garantir a compra do carro com benefício.

Jornal Midiamax