Brasil

Gigantes da pecuária anunciam fusão em mercado que movimenta R$ 600 bilhões no Brasil

Juntas, empresas dominam 68% do mercado de confinamento, gestão da rastreabilidade e produção de pasto

Maria Eduarda Fernandes Publicado em 08/12/2021, às 17h45

A meta, agora, é crescer verticalmente, agregando mais soluções do portfólio e aumentar a participação nas atividades de produção a pasto
A meta, agora, é crescer verticalmente, agregando mais soluções do portfólio e aumentar a participação nas atividades de produção a pasto - Divulgação

Duas das mais relevantes empresas de tecnologia focadas na gestão da informação e da precisão na pecuária, GA + Intergado anunciaram fusão neste mês de dezembro. As empresas atuam em oito países e dominam 68% do mercado de confinamento, além da liderança na gestão da rastreabilidade e participação significativa na produção a pasto, gerindo informações de mais de 6 milhões de cabeças por ano. Além disso, dominam 96% do mercado de eficiência alimentar, com uma base de dados de mais de 33 mil animais avaliados para essa característica.

A  empresas mais renomadas e focadas na gestão da informação e da precisão na pecuária, anunciam sua fusão neste mês de dezembro. O objetivo da unificação das operações é atender a pecuária brasileira e mundial de forma ainda mais completa e inovadora. E acompanhar o crescimento desse mercado, que, por exemplo, só no ano passado, movimentou cerca de R$ 600 bilhões, segundo dados da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).

Paulo Dias, fundador da Gestão Agropecuária e CEO da GA + Intergado, reforça que a melhor forma de crescer é unindo forças, pois o cliente e o mercado só têm a ganhar quando trabalham juntos.

Com a nova campanha, ja nascem mais de 100 profissionais e duas sedes, e a pandemia, que acelerou a adesão à digitalização da pecuária, impulsionou o faturamento das companhias, que fecham 2021 com crescimento superior a 65%. A estimativa é que, em um horizonte de três anos, a nova empresa triplique a receita.

Marcelo Ribas, fundador da Intergado e vice-presidente da GA + Intergado, diz Tter um amplo portfólio de soluções que incluem hardware, software, serviços analíticos e consultoria que já está presente em oito países.

Atualmente, a GA domina 68% do mercado de confinamento, além da liderança na gestão da rastreabilidade e participação significativa na produção a pasto, gerindo, ao todo, informações de mais de 6 milhões de cabeças por ano, sendo 3,5 milhões confinadas. Já a Intergado ultrapassou a marca de 100 mil animais monitorados e domina 96% do mercado de eficiência alimentar, com uma base de dados de mais de 33 mil animais avaliados, em forte expansão no mercado internacional com exportações para Estados Unidos, Reino Unido, Austrália, América Latina e recente entrada na Ásia. É parceira de mais de 100 centros de pesquisa, apoiando o avanço do melhoramento genético com sua tecnologia, e referência nas pesquisas sobre eficiência alimentar ao redor do mundo.

Juntas, as companhias fazem a gestão de mais de R$ 22 bilhões em ativos, considerando apenas o valor dos animais gerenciados. A meta, agora, é crescer verticalmente, agregando mais soluções do portfólio e aumentar a participação nas atividades de produção a pasto. Após a conclusão do processo de fusão, a nova companhia vai se preparar para nova rodada de investimentos

A equipe 

Os sócios executivos da atual gestão têm talentos complementares e permanecem à frente da nova companhia nas seguintes posições: Paulo Dias, como CEO e Relacionamento com o Mercado; Marcelo Ribas, como vice-presidente; Andrea Simplício, como Diretora Administrativa (Administração, Financeiro e RH); e Tobias Soares, como Diretor de Produção e Logística.

Jornal Midiamax