Brasil

Filha do ministro da Saúde ganha cargo comissionado na prefeitura do Rio

Stephanie dos Santos Pazuello, filha do ministro da Saúde Eduardo Pazuello, foi nomeada para um cargo em comissão da Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro. Conforme o jornal O Globo, o salário inicial é de R$ 1,8 mil, mas pode aumentar com eventuais gratificações. Graduada em Administração, Stephanie era supervisora da Diretoria de […]

Adriel Mattos Publicado em 02/01/2021, às 11h50 - Atualizado às 11h51

Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. (Foto: Tony Winston/MS)
Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. (Foto: Tony Winston/MS) - Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. (Foto: Tony Winston/MS)

Stephanie dos Santos Pazuello, filha do ministro da Saúde Eduardo Pazuello, foi nomeada para um cargo em comissão da Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro. Conforme o jornal O Globo, o salário inicial é de R$ 1,8 mil, mas pode aumentar com eventuais gratificações.

Graduada em Administração, Stephanie era supervisora da Diretoria de Gestão de Pessoas da RioSaúde (Empresa Pública de Saúde do Rio de Janeiro S.A). Por esse cargo, ela recebia R$ 7,1 mil.

O secretário municipal de Saúde, justificou que a nomeação dela é apenas uma “mudança” de posição. “A Stephanie vai trabalhar no gabinete comigo. Ela já trabalhava no RH da RioSaúde, e vai trabalhar me assessorando na organização dos projetos especiais. Já era uma profissional da rede, já tinha matrícula, só está mudando de posição. Ela é filha do ministro Pazuello, claro. Mas são os ônus e os bônus de ser filha do ministro”, justificou.

A administradora passou a integrar os quadros do funcionalismo público em um movimento do então prefeito Marcelo Crivella (Republicanos) para se aproximar da família Bolsonaro em busca da reeleição. Ele foi derrotado  no segundo turno por Eduardo Paes (DEM) e terminou a gestão preso.

Jornal Midiamax