Brasil

Ex-namorada de líder do Comando Vermelho faz homenagem após morte durante operação

Traficante conhecida como Hello Kitty era apontada como um dos principais nomes da facção no Rio de Janeiro

Danielle Errobidarte Publicado em 18/07/2021, às 20h58

Hello Kitty era considerada o braço direito de Vinte Anos.
Hello Kitty era considerada o braço direito de Vinte Anos. - (Foto: Reprodução/ UOL)

Após a morte da traficante Rayane Nazareth Cardozo da Silveira, conhecida como Hello Kitty, durante operação policial no Rio de Janeiro nesse sábado (17), a ex-namorada de uma das principais líderes da facção criminosa Comando Vermelho e funkeira DJ Isa, prestou homenagens nas redes sociais. Em uma publicação no Instagram ela chegou a dizer que “não existem distâncias quando alguém significa tudo para você”.

Junto a Alessando Luiz Vieira Moura, conhecido como “Vinte Anos”, Hello Kitty é apontada como uma das principais criminosas do CV em São Gonçalo. Ela ficou conhecida após aparecer em publicações com fuzis de grosso calibre, ostentando armamento pesado e provocando autoridades para sua captura.

“Você se foi, mas ainda te sinto comigo em todos os lugares que eu vou. Eu te carrego do lado esquerdo do peito”, declarou a ex-namorada. Durante ação policial no Complexo do Salgueiro, região metropolitana do Rio de Janeiro, os dois foram baleados e morreram. Hello Kitty era apontada como o braço direito de Vinte Ano, chefe do tráfico.

Os policiais informaram que foram acionados após uma família ter sido feita refém, o que não foi confirmado após o término da operação, e que houve troca de tiros com os traficantes. No local foram apreendidos dois fuzis e duas pistolas dos traficantes. Ambos eram procurados, com recompensa oferecida de R$ 1 mil para cada.

Jornal Midiamax