Brasil

Em votação da Anvisa, diretor Alex Campos inicia votação favorável para importação da Sputnik V e Covaxin

Agência Nacional de Vigilância Sanitária está reunida para analisar os pedidos de liberação

Ranziel Oliveira Publicado em 04/06/2021, às 16h52

Fachada da Anvisa
Fachada da Anvisa - (Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil)

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) está reunida nesta sexta-feira (04) para analisar os novos pedidos de liberação de dois imunizantes contar o coronavírus, a vacina russa Sputnik V e a indiana Covaxin. O primeiro voto foi a favor, de Alex Machado Campos, diretor da Diretoria 5 da Anvisa. (Com informações do G1)

Desde o início da reunião, representantes analisam os efeitos adversos e inconformidades da vacina:

  • Gustavo Mendes, gerente-geral de medicamentos e produtos biológicos, faz a apresentação técnica.
  • Gustavo Mendes explica as restrições de uso para a Sputnik V, da Rússia, como o impedimento para quem já tomou doses de outras vacinas contra a Covid-19.
  • Gustavo Mendes afirma que a Anvisa não atesta qualidade, eficácia e segurança dos imunizantes Covaxin, da Índia, e Sputnik V, da Rússia.
  • Ana Carolina Moreira Marino, gerente-geral de Inspeção e Fiscalização Sanitária (GGFIS), faz a apresentação técnica.
  • Ana Carolina explica que a fábrica da vacina Covaxin, na Índia, apresentou correções de algumas inconformidades identificadas na visita da Anvisa ao local.
  • Suzie Marie Teixeira Gomes, gerente-geral de Monitoramento de Produtos Sujeitos à Vigilância Sanitária (GGMON), faz apresentação técnica
  • Suzie Marie fala agora sobre os efeitos adversos observados em pacientes que tomaram a vacina Sputnik V, da Rússia, como dor de cabeça e febre.
  • Suzie Marie explica efeitos adversos observados em pacientes que tomaram a vacina Covaxin, da Índia.
  • Suzie Marie fala agora sobre a vacina Covaxin, da Índia.
  • Alex Machado Campos, diretor da Diretoria 5 da Anvisa, inicia voto.
  • Alex Machado Campos compara as autorizações dadas por outros países à Sputnik V, da Rússia.
  • Alex Machado Campos lista condicionantes referente à aprovação da importação da Sputnik V, da Rússia.
  • Alex Machado Campos fala de possível terceira onda da pandemia no Brasil entre junho e julho deste ano.
  • Alex Machado Campos vota a favor da importação da vacina Sputnik V, da Rússia.
Jornal Midiamax