Brasil

Cuiabá terá doses para vacinar todos contra covid e receber Copa América, diz Saúde

Condição foi negociada pelo prefeito da Capital do MT em Brasília

Da redação Publicado em 09/06/2021, às 16h43

None

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, teve acatado o seu pedido de doses extras de vacinas contra o coronavírus em contrapartida à realização da Copa América na cidade. A solicitação havia sido feita pessoalmente ao presidente da República, Jair Bolsonaro.

Pinheiro era contra a organização da competição em Cuiabá, mas alega não ter sido consultado. Ele garante que a decisão partiu dos Governos Federal e Estadual junto com a CBF, e que apenas foi comunicado da escolha. Desde então, passou a articular em Brasília (DF) essa "recompensa" junto com o seu filho, o deputado federal Emanuelzinho (PTB-MT).

O objetivo é o de obter 670 mil doses, o que, segundo os cálculos da Prefeitura, seria o suficiente para vacinar toda a população da cidade. Os números, porém, serão definidos até sexta, segundo Emanuelzinho. Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga confirmou as doações para Cuiabá.

"Essa demanda das vacinas com certeza nós vamos atender, com muito prazer. Eu já vou verificar com o Programa Nacional de Imunização a quantidade de doses que será remetida para a capital de Mato Grosso, a nossa querida Cuiabá. Em breve eu quero estar com você e com o povo cuiabano. O Ministério da Saúde está sempre de portas abertas", declarou Queiroga, segundo o site oficial da prefeitura de Cuiabá.

Emanuel Pinheiro destacou a importância desta carga extra das vacinas para os cuiabanos: "Isso representa a vitória do esforço, da união e da interlocução do nosso deputado Emanuelzinho e de todos os cuiabanos, que merecem ser beneficiados com a imunização contra a covid-19, já que um grande evento esportivo, que é a Copa América, vai acontecer em terras cuiabanas ao longo de todo o mês de junho, o que com certeza vai impactar a rotina da cidade, por mais que haja protocolos restritivos".

Jornal Midiamax