Brasil

CPI da Pandemia adia depoimento de Pazuello em 15 dias

Ex-ministro teve contato com pacientes que contraíram a Covid-19

Adriel Mattos Publicado em 04/05/2021, às 16h03

None
Foto: Pedro França/Agência Senado

A CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Pandemia, do Senado Federal, aprovou nesta terça-feira (4) o adiamento do depoimento do ex-ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello. A convocação estava marcada para quarta-feira (5).

O Exército Brasileiro enviou ofício à Casa Alta do Congresso Nacional informando que o ex-ministro teve contatos com assessores que testaram positivo para o novo coronavírus. A oitiva foi remarcada para 19 de maio.

Hoje, os antecessores do general, Luiz Henrique Mandetta (DEM-MS) e Nelson Teich, deveriam depor ao longo do dia. Mas a oitiva do democrata já se arrasta por mais de seis horas.

Jornal Midiamax