Brasil

CPI abre sessão na qual ouvirá Dimas Covas, diretor do Butantan

O diretor deve esclarecer aos senadores sobre as tratativas do Instituto com o Ministério da Saúde na compra da Coronavac

Estadão Conteúdo Publicado em 27/05/2021, às 09h16

None
Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

A CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Covid-19 abriu na manhã desta quinta-feira (27), a sessão na qual ouvirá o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas. O diretor deve esclarecer aos senadores sobre as tratativas do Instituto com o Ministério da Saúde na compra da Coronavac, vacina contra covid-19 produzida pelo Instituto em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac.

Na esteira de perguntas dos senadores, deve estar a episódio de outubro do ano passado, quando o presidente Jair Bolsonaro desautorizou o então ministro Eduardo Pazuello sobre a compra de 46 milhões de doses do imunizante.

À época, Bolsonaro declarou: "a vacina chinesa de João Doria, qualquer vacina antes de ser disponibilizada à população, deve ser comprovada cientificamente pelo Ministério da Saúde e certificada pela Anvisa. O povo brasileiro não será cobaia de ninguém. Minha decisão é a de não adquirir a referida vacina".

Jornal Midiamax