Brasil

Coronavac: Diretora da Anvisa afirma que empresas não fornecem dados suficientes 

A diretora da Anvisa, Meiruze Sousa Freitas, afirma que as empresas não apresentaram dados suficientes para avaliação.

Dândara Genelhú Publicado em 02/01/2021, às 12h33

(Foto: Ilustrativa/Reuters)
(Foto: Ilustrativa/Reuters) - (Foto: Ilustrativa/Reuters)

No anseio para receber a imunização contra o coronavírus logo, brasileiros aguardam a aprovação de alguma vacina pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Entretanto, a farmacêutica e diretora da Agência, Meiruze Sousa Freitas, afirma que as empresas não apresentaram dados suficientes para avaliação.

Em entrevista ao Estadão, a presidente da Anvisa negou barreiras impostas pela Agência para começar a vacinação contra o coronavírus no Brasil. “Da parte regulatória, (para avançar na chegada da vacina) faltam as empresas trazerem os dados para a avaliação da Anvisa. Temos regras semelhantes às do mundo. Não há aqui empecilho para avaliação de uso emergencial ou registro”, disse.

Apesar disto, a farmacêutica não informou uma data para liberação dos imunizantes. O Ministério da Saúde estima que a vacinação comece em 20 de janeiro no país. Para isto, Meiruze ressalta que é importante que o pedido de uso emergencial chegue a Anvisa no máximo neste domingo (03). Então, caso isto ocorra, “esperamos ter em 13 de janeiro a decisão. A projeção de vacinação seria possível”. 

Jornal Midiamax