Brasil

Bolsonaro critica restrições e diz: “brasileiro é forte, não tem medo do perigo”

O presidente Jair Bolsonaro criticou nesta quinta-feira (28) as medidas restritivas tomadas por prefeitos e governadores por conta do aumento dos casos do novo coronavírus no Brasil, em alguns estados. Ele afirmou que o povo brasileiro é forte e não tem medo do perigo. As afirmações foram feitas nesta manhã ao participar da inauguração de […]

Carolina Rocha Publicado em 28/01/2021, às 14h22

None

O presidente Jair Bolsonaro criticou nesta quinta-feira (28) as medidas restritivas tomadas por prefeitos e governadores por conta do aumento dos casos do novo coronavírus no Brasil, em alguns estados. Ele afirmou que o povo brasileiro é forte e não tem medo do perigo.

As afirmações foram feitas nesta manhã ao participar da inauguração de uma ponte sobre o rio São Francisco, na divisa entre Sergipe e Alagoas.

“O povo brasileiro é forte, não tem medo do perigo. Nós sabemos quem são os vulneráveis: os mais idosos e os com comorbidade. O resto tem que trabalhar. Meu pai sempre me ensinou: se coloque no lugar de outras pessoas antes de tomar uma decisão. Se eu fosse um dos muitos de vocês, obrigados a ficar em casa, ver esposa, três quatro filhos e eu como chefe do lar não ter como levar comida para casa, eu me envergonharia”, disse.

Bolsonaro insistiu que os governantes municipais e estaduais reformulem os decretos para evitar que o Brasil viva um caos econômico e na miséria. “O apelo que faço a todos do Brasil é que reformulem essa política. Entendam que o isolamento, o lockdown, o confinamento nos leva para a miséria. Eu sempre disse lá atrás: a economia anda de mãos dadas com a vida. A vida sem recursos se torna muito difícil”, continuou.

Jornal Midiamax