Brasil

Bolsonaro afirma pode reabrir três ministérios caso aliados da Câmara e Senado sejam eleitos

O presidente Jair Bolsonaro, afirmou nesta sexta-feira (29), que caso seus aliados na disputa da presidência da Câmara e Senado vença, há possibilidade de recriar o ministério da Cultura, Esporte e Pesca. Imaginando que fala teria críticas, explicou que a demanda é justa porque o Brasil é um país grande. Foi durante uma cerimônia do […]

Carolina Rocha Publicado em 29/01/2021, às 15h13 - Atualizado às 17h40

Presidente Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução/Marcos Corrêa)
Presidente Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução/Marcos Corrêa) - Presidente Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução/Marcos Corrêa)

O presidente Jair Bolsonaro, afirmou nesta sexta-feira (29), que caso seus aliados na disputa da presidência da Câmara e Senado vença, há possibilidade de recriar o ministério da Cultura, Esporte e Pesca. Imaginando que fala teria críticas, explicou que a demanda é justa porque o Brasil é um país grande.

Foi durante uma cerimônia do Palácio do Planalto para planejamento dos Jogos Escolares Brasileiro, que o presidente fez a declaração. Bolsonaro apoia o candidato Arthur Lira (PP-AL) e Rodrigo Pacheo (DEM-MG) para Senado.

O evento desta sexta (29) foi fechado para imprensa, mas transmitido ao vivo por pessoas presentes no local. Sobre os três ministérios, Bolsonaro afirmou que se tivesse tomado posse hoje e conhecesse melhor Marcelo Magalhães (Esportes), Mário Frias (Cultura) e Jorge Seif (Pesca), manteria essas áreas como ministérios.

Ainda no mesmo discurso, Bolsonaro afirmou que os ministérios podem ser recriados se os candidatos que ele “simpatiza” sejam eleitos. “Se tiver um clima no Parlamento, pelo o que tudo indica as duas pessoas que, né (deputado) Luis Lima, que nós temos simpatia devem se eleger, não vamos ter mais uma pauta travada, a gente pode levar muita coisa avante quem sabe até ressurgir os ministérios, esses ministérios”, disse o presidente.

Jornal Midiamax