Brasil

Foragido há quase dois meses, caminhoneiro Zé do Trovão se entrega à PF

Caminhoneiro ficou foragido no México

Maria Eduarda Fernandes Publicado em 26/10/2021, às 15h30

Trovão foi responsável pelo início de uma "levante" contra democracia em ameaças antes do 7 de setembro
Trovão foi responsável pelo início de uma "levante" contra democracia em ameaças antes do 7 de setembro - Divulgação

Caminhoneiro bolsonarista Marcos Antônio Pereira Gomes, conhecido como Zé Trovão, que foi alvo de ordem de prisão expedida pelo STF (Supremo Tribunal Federal) no início de setembro, se entregou hoje à Polícia Federal depois de quase dois meses foragido no exterior.

Segundo os advogados, Marcos se entregou por livre e espontânea vontade nesta terça-feira (26) em Joinville, Santa Catarina.

A defesa disse que Zé do Trovão “está ao dispor da Justiça para provar sua inocência”. Em seu canal do Telegram, o bolsonarista disse: “Neste 26 de outubro, eu me entreguei à Justiça brasileira, me apresentei à Justiça brasileira, porque, como diz o nosso hino, verás que um filho teu não foge à luta. E eu jamais iria abandonar o povo brasileiro”.

Jornal Midiamax