Brasil

Anvisa autoriza vacina da Pfizer entre 2ºC e 8ºC por até 31 dias

Pesquisa faz com que vacinas possam ser distribuídas aos municípios do interior

Gabriel Neves Publicado em 28/05/2021, às 10h28

Imagem ilustrativa.
Imagem ilustrativa. - (Foto: Divulgação)

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) informou nesta sexta-feira (28) que a vacina desenvolvida por Pfizer e BioNTech contra a Covid-19 pode ser mantida em temperatura de 2ºC a 8ºC por até 31 dias, ampliando prazo que anteriormente era de apenas 5 dias.

"Para aprovar as novas condições, a equipe técnica da Anvisa avaliou os estudos de estabilidade apresentados pelo laboratório desenvolvedor da vacina. Os estudos de estabilidade servem para definir por quanto tempo e em quais condições a vacina mantém suas características sem alteração", disse a agência em nota.

A vacina da Pfizer exige armazenamento em temperatura de -70ºC para períodos mais longos de tempo, mas novas pesquisas apontaram que o imunizante manteve sua eficácia quando guardado entre 2 a 8 graus por períodos determinados.

No Brasil, devido à logsística de distribuição e armazenamento, a vacina estava sendo aplicada apenas nas capitais, mas a nova determinação da Anvisa pode permitir o envio para outras cidades.

O país recebeu até o momento 3,4 milhões de doses da vacina, de um total contratado de 200 milhões.

*Com informações de agências internacionais.

Jornal Midiamax