Brasil

Ações do Facebook na bolsa de valores caem junto com aplicativo e são vendidas a R$ 63

Brasileiros podem investir em BDRs da empresa na Bolsa de Valores Brasileira

Fábio Oruê Publicado em 04/10/2021, às 15h29

Grandes empresas mundiais não estão listadas no Brasil mas é possível investir nelas
Grandes empresas mundiais não estão listadas no Brasil mas é possível investir nelas - Foto: Reprodução

As ações do Facebook, Instagram e WhatsApp operam em forte queda na tarde desta segunda-feira (4), com ainstabilidade generalizada dos seus aplicativos, que estão fora do ar em todo o mundo

Por volta das 14h30 (horário de MS), os papéis da companhia na B3, a Bolsa de Valores brasileira, despencavam 5,10%, vendidos a R$ 63,09, segundo publicou o Uol. O Facebook, bem como outras gigantes de tecnologia, não está listado diretamente na Bolsa brasileira, mas é possível investir em seus BDRs — recibos que replicam as ações de empresas estrangeiras negociadas em bolsas internacionais.

Na prática, é como se o investidor tivesse ações da empresa, mas esses papéis estão sujeitos, além da variação normal do mercado, também às variações do dólar.

O desempenho do Facebook também era negativo na Bolsa eletrônica de Nova York, a Nasdaq, segundo maior mercado de ações do mundo. No mesmo horário, as ações da empresa por lá caíam 5,71%, a US$ 323,41.

Por meio de sua conta oficial no Twitter, o Facebook confirmou a queda global. "Estamos cientes de que algumas pessoas estão tendo problemas para acessar nossos aplicativos e produtos. Estamos trabalhando para voltar ao normal o mais rápido possível e pedimos desculpas por qualquer inconveniente", escreveu.

Jornal Midiamax