Brasil

STF iniciação votação de ação que poderá permitir reeleição de Maia e Alcolumbre

Os ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) iniciaram o julgamento que poderá possibilitar a reeleição dos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM). A votação teve início nesta sexta-feira (4), Gilmar Mendes já realizou seu voto a favor da reeleição, o mesmo é relator de ação do PTB que busca […]

Gabriel Neves Publicado em 04/12/2020, às 07h36

Presidente do Senado, Davi Alcolumbre, e da Câmara, Rodrigo Maia. (Foto: Reprodução/Beto Barata/Agência Senado)
Presidente do Senado, Davi Alcolumbre, e da Câmara, Rodrigo Maia. (Foto: Reprodução/Beto Barata/Agência Senado) - Presidente do Senado, Davi Alcolumbre, e da Câmara, Rodrigo Maia. (Foto: Reprodução/Beto Barata/Agência Senado)

Os ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) iniciaram o julgamento que poderá possibilitar a reeleição dos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM).

A votação teve início nesta sexta-feira (4), Gilmar Mendes já realizou seu voto a favor da reeleição, o mesmo é relator de ação do PTB que busca impedir a reeleição, conforme publicado no portal G1.

O ministro entende que a Constituição permite uma reeleição e isso, segundo Mendes, deverá orientar a eleição para as mesas da Câmara e do Senado a partir de 2023.

Em 2021 será realizada uma nova eleição para a escolha dos presidentes do Legislativo no biênio 2021-2022. Gilmar Mendes considerou possível a reeleição ou recondução para o mesmo cargo de Maia e Alcolumbre.

O ministro Dias Toffoli também já votou, Nunes Marques também realizou seu voto a favor da reeleição apenas uma única vez. Com isso, o voto de Nunes Marques impediria a reeleição de Rodrigo Maia, já reeleito em 2019, mas autorizaria a de Allcolumbre.

Jornal Midiamax