Brasil

Governo propõe salário mínimo de R$ 1.067 em 2021

O salário mínimo poderá ser de R$ 1.067 no próximo ano, segundo o PLOA (Projeto de Lei Orçamentária) de 2021ª presentada pela equipe econômica do governo federal, nesta segunda-feira (31). Caso aprovado pelo Congresso, o novo valor começara a valer em janeiro de 2021 e os pagamentos começarão a ocorrer a partir de fevereiro. Hoje, […]

Gabriel Neves Publicado em 31/08/2020, às 15h47 - Atualizado às 16h48

Imagem ilustrativa. (Foto: Arquivo).
Imagem ilustrativa. (Foto: Arquivo). - Imagem ilustrativa. (Foto: Arquivo).

O salário mínimo poderá ser de R$ 1.067 no próximo ano, segundo o PLOA (Projeto de Lei Orçamentária) de 2021ª presentada pela equipe econômica do governo federal, nesta segunda-feira (31).

Caso aprovado pelo Congresso, o novo valor começara a valer em janeiro de 2021 e os pagamentos começarão a ocorrer a partir de fevereiro. Hoje, o salário mínimo no Brasil é de R$ 1.045, o novo valor proposto é equivalente a um aumento de R$ 22.

O número também pode ser visto como uma perda de R$ 12 se comparado com os R$ 1.079 propostos em abril deste ano para 2021. Segundo publicado no portal Terra, o governo prevê um aumento baseado somente na inflação de 2020, isso explicaria o aumento para R$ 1.067 e não R$ 1.079.

A previsão para inflação recuou, com isso o salário mínimo será afetado com um reajuste menor do que previsto no início do ano. Em abril, o governo previa que o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) teria uma alta de 3,27% em 2020, valor que caiu para 2,09% em julho.

Como o aumento é todo baseado na inflação do ano anterior, o reajuste em 2021 ainda poderá ter o valor alterado. A Constituição determina que o salário mínimo tem de ser corrigido, ao menos, pela variação do INPC do ano anterior.

Jornal Midiamax