Brasil

PF revela ter vídeos de dinheiro na cueca de senador, mas não os divulgou para evitar constrangimento

Foram revelados relatórios da Polícia Federal explicando como foram encontrados os R$ 30 mil escondidos na cueca do senador Chico Rodrigues (DEM-RR). Os detalhes foram divulgados pelo ministro do STF (Superior Tribunal Federal), Luis Roberto Barroso, na decisão que afastou Chico Rodrigues. Conforme o relatório, o delegado que acompanhava a operação na casa teria percebido […]

Gabriel Neves Publicado em 16/10/2020, às 11h47

Senador e vice-líder do governo Bolsonaro no Senado, Chico Rodrigues. (Foto: reprodução/Poder 360)
Senador e vice-líder do governo Bolsonaro no Senado, Chico Rodrigues. (Foto: reprodução/Poder 360) - Senador e vice-líder do governo Bolsonaro no Senado, Chico Rodrigues. (Foto: reprodução/Poder 360)

Foram revelados relatórios da Polícia Federal explicando como foram encontrados os R$ 30 mil escondidos na cueca do senador Chico Rodrigues (DEM-RR). Os detalhes foram divulgados pelo ministro do STF (Superior Tribunal Federal), Luis Roberto Barroso, na decisão que afastou Chico Rodrigues.

Conforme o relatório, o delegado que acompanhava a operação na casa teria percebido um volume incomum nas vestes de Rodrigues. A PF alega ter filmado o momento em que as cédulas foram encontradas na cueca, com o intuito de demonstrar como o parlamentar havia ocultado itens mesmo durante a apreensão, apesar disso, nem todos esses vídeos foram divulgados.

“Esta equipe policial possui um vídeo da segunda busca pessoal efetuada, contudo, nesse caso, considerando a forma como os valores foram escondidos pelo senador Chico Rodrigues bem no interior de suas vestes íntimas, deixo de reproduzir tais imagens neste relatório para não gerar maiores constrangimentos”, afirma o relatório da PF.

A PF realizava buscas na casa de Rodrigues, suspeito de participar de esquema de desvios públicos ao combate à pandemia de covid-19, quando o parlamentar pediu para ir ao banheiro.

Conforme publicado no portal UOL, o delegado que acompanhava a busca, Wedson Cajé Lopes, concordou e disse que seguiria junto até o toalete. Momento em que Wedson teria percebido um grande volume, em formato retangular, na parte traseira das vestes do senador Chico Rodrigues.

O delegado teria suspeito do volume, e mesmo com o senador negando estar carregando algum objeto ou cédula, a PF realizou uma busca pessoal encontrando R$ 15 mil, o restante do dinheiro foi entregue pelo próprio senador

Jornal Midiamax