Brasil

OAB notifica Moro para deixar sociedade em empresa que fornece serviços para Odebrecht

O ex-ministro Sérgio Moro recebeu uma notificação da OAB/SP após ter se tornado sócio-diretor do escritório de advocacia Alvarez & Marsal, que tem como um de seus clientes a Odebrecht. A notificação foi revelada nesta quarta-feira (2), assinada pelo presidente do Tribunal de Ética da OAB, Carlos Kauffmann, e indexada ao ex-ministro, que ainda não […]

Gabriel Neves Publicado em 03/12/2020, às 10h32

Sério Moro. (Foto: Reprodução/Sérgio Lima/Poder 360)
Sério Moro. (Foto: Reprodução/Sérgio Lima/Poder 360) - Sério Moro. (Foto: Reprodução/Sérgio Lima/Poder 360)

O ex-ministro Sérgio Moro recebeu uma notificação da OAB/SP após ter se tornado sócio-diretor do escritório de advocacia Alvarez & Marsal, que tem como um de seus clientes a Odebrecht.

A notificação foi revelada nesta quarta-feira (2), assinada pelo presidente do Tribunal de Ética da OAB, Carlos Kauffmann, e indexada ao ex-ministro, que ainda não se pronunciou.

A advertência lembra ao ex-juiz que é vedada a prática de atividade privativa da advocacia à Consultoria Alvarez & Marsal, empresa da qual se tornou sócio-diretor.

O texto destaca que, caso desobedeça a regra, Moro poderá sofrer sanções, explicadas como ‘medidas administrativas e judiciais pertinentes’, conforme publicado no portal Estado de Minas.

Novo emprego

O anuncio do novo emprego foi feito pela própria empresa que Sérgio Moro se tornou sócio, no último domingo (29), e chamou a atenção da população pois se trata do escritório responsável pela administração judicial da Odebrecht.

A empresa brasileira é uma das construtoras brasileiras afetadas por decisões tomadas por Moro, na época juiz que coordenou a Operação Lava-Jato.

Moro destacou que a natureza de suas funções na empresa não se relaciona a atividades privativas da advocacia. Depois da notificação da OAB/SP, a vedação agora está oficializada.

Jornal Midiamax