Brasil

Na internet, Maia critica Bolsonaro, “temos mais de 160 mil mortes”

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), criticou o presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes, por declarações polemicas feitas pelos dois ao longo da terça-feira (10). A declaração de Maia ocorreu após Bolsonaro dizer que o Brasil precisa deixar de ser “um país de maricas” e ainda disse que […]

Gabriel Neves Publicado em 11/11/2020, às 06h58

Rodrigo Maia. (Foto: Reprodução/Agência Câmara de Notícias)
Rodrigo Maia. (Foto: Reprodução/Agência Câmara de Notícias) - Rodrigo Maia. (Foto: Reprodução/Agência Câmara de Notícias)

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), criticou o presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes, por declarações polemicas feitas pelos dois ao longo da terça-feira (10).

A declaração de Maia ocorreu após Bolsonaro dizer que o Brasil precisa deixar de ser “um país de maricas” e ainda disse que a geração atual é “toddynho, nutella, zap”.

As falas do presidente foram feitas durante comentários sobre a Covid-19, conforme publicado na Folha de São Paulo.

Diante das declarações, Maia publicou em seu twitter: “Entre pólvora, maricas e o risco à hiperinflação, temos mais de 160 mil mortos no País, uma economia frágil e um Estado às escuras. Em nome da Câmara dos Deputados, reafirmo o nosso compromisso com a vacina, a independência dos órgãos reguladores e com a responsabilidade fiscal. E a todos os parentes e amigos de vítimas da Covid-19 a nossa solidariedade”.

Jornal Midiamax