O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM-MS), sugeriu hoje, em coletiva de imprensa, que companhias têxteis ajudem na confecção de máscaras de tecido-não-tecido (TNT) para suprir a demanda iminente do sistema de Saúde. O ministro ainda citou Riachuelo e Alpargatas como empresas que podem ajudar.

Mandetta afirmou que o governo está estudando formas de firmar parcerias com a iniciativa privada a fim de agilizar as decisões a serem tomadas no combate ao coronavírus.

Mais cedo, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, se valeu de um dispositivo da legislação americana para ordenar que a montadora General Motors (GM) aumentasse a produção de respiradores, a fim de responder à demanda crescente do sistema de saúde americano.

A empresa acatou a ordem e deve aumentar a produção em 10 mil unidades, entregando a primeira leva já em abril.