Brasil

Governo aprovou 58,8% das contestações do auxílio emergencial negado

O Governo Federal aprovou cerca de 6 a cada 10 (58,8%) trabalhadores que tiveram o primeiro pedido para receber o auxílio emergencial negado. Pedidos de contestação foram aceitos e brasileiros foram considerados elegíveis pelo Dataprev. De acordo com o Portal Metrópoles, desde quando começaram os pagamentos, em abril, o governo recebeu 2,41 milhões de pedidos […]

Gabriel Maymone Publicado em 25/12/2020, às 12h44

 (Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução) - (Foto: Reprodução)

O Governo Federal aprovou cerca de 6 a cada 10 (58,8%) trabalhadores que tiveram o primeiro pedido para receber o auxílio emergencial negado. Pedidos de contestação foram aceitos e brasileiros foram considerados elegíveis pelo Dataprev.

De acordo com o Portal Metrópoles, desde quando começaram os pagamentos, em abril, o governo recebeu 2,41 milhões de pedidos de contestações, sendo que 1,42 milhão foram aceitos. Isso porque atenderam aos critérios após novo processamento, e 994,5 mil permaneceram inelegíveis.

No total, mais de 28 milhões de pessoas tiveram o benefício negado e muitos acabaram nem contestando.

A contestação é realizada pelos trabalhadores em geral que não concordam com o resultado do processamento feito inicialmente pelo governo federal.

Jornal Midiamax