Brasil

Doria afirma que SP continuará em quarentena até chegada de vacina

O governador de São Paulo, Joao Doria, informou nesta segunda-feira (31) que manterá a quarentena realizada no estado até a chegada de uma vacina contra o coronavírus. “Essa quarentena prossegue e prosseguirá enquanto não chegar a vacina e não tivermos a imunização de todos os brasileiros de São Paulo”, comunicou  Doria. Conforme publicado no portal […]

Gabriel Neves Publicado em 31/08/2020, às 14h22 - Atualizado às 14h23

Governador de São Paulo, João Doria. (Foto: reprodução/Agência Brasil)
Governador de São Paulo, João Doria. (Foto: reprodução/Agência Brasil) - Governador de São Paulo, João Doria. (Foto: reprodução/Agência Brasil)

O governador de São Paulo, Joao Doria, informou nesta segunda-feira (31) que manterá a quarentena realizada no estado até a chegada de uma vacina contra o coronavírus.

“Essa quarentena prossegue e prosseguirá enquanto não chegar a vacina e não tivermos a imunização de todos os brasileiros de São Paulo”, comunicou  Doria.

Conforme publicado no portal Yahoo, as altas temperaturas registradas no final de semana deixaram parques e praias de SP lotadas

Dória ainda direcionou seu discurso aos mais jovens. “Mais de 30 mil brasileiros de São Paulo não conseguiram se recuperar e perderam suas vidas. Não há razão para celebração de nenhuma ordem. Entendo que, após seis meses de confinamento, sobretudo os jovens, se sintam compelidos a se aglomerarem e não usarem máscaras, mas não podem”, afirmou o governador.

Uma das preocupações de Doria é o feriado de 7 de setembro, já que ele mesmo admitiu que o estado não possui capacidade de realizar uma fiscalização efetiva.

Apesar disso, Dória afirmou que poderá disponibilizar policiais militares para municípios reforçarem as equipes de fiscais. O pedido, segundo o governador, precisa partir das prefeituras.

Jornal Midiamax