Brasil

Demissão de Moro gera repúdio de 70% nas redes, aponta FGV

A demissão de Sergio Moro foi repudiada por 70% nas redes sociais e dividiu a base bolsonarista. A informação é da Diretoria de Análise de Políticas Públicas da Fundação Getúlio Vargas (DAPP-FGV). O levantamento considerou dados do Twitter das 11h às 13h30 desta sexta-feira, a partir do pronunciamento em que Sergio Moro pediu demissão do […]

Agência Estado Publicado em 24/04/2020, às 18h36

Agência Brasil
Agência Brasil - Agência Brasil

A demissão de Sergio Moro foi repudiada por 70% nas redes sociais e dividiu a base bolsonarista. A informação é da Diretoria de Análise de Políticas Públicas da Fundação Getúlio Vargas (DAPP-FGV).

O levantamento considerou dados do Twitter das 11h às 13h30 desta sexta-feira, a partir do pronunciamento em que Sergio Moro pediu demissão do governo.

As duas hashtags mais citadas foram #bolsonarotraidor e #forabolsonaro, com 44,8 mil e 27,4 mil menções, respectivamente. Em apoio a Bolsonaro, #tchauquerido ficou em terceiro, com 23,7 mil publicações.

A FGV também registrou que, no início do mês, a base de apoio a Luiz Henrique Mandetta era menor, de 60%. À época, Mandetta era o maior contraponto a Bolsonaro no governo, e também acabou exonerado.

Jornal Midiamax