Brasil

Ministério passa a indicar máscaras também para quem não tem sintomas de coronavírus

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM-MS), disse hoje, em coletiva de imprensa, que a pasta está preparando um protocolo para orientar o uso de máscaras também para aqueles que não apresentem sintomas da doença causada pelo novo coronavírus e têm de circular nas ruas do país. Mandetta orientou o usou de máscaras de […]

Matheus Maderal Publicado em 01/04/2020, às 11h28 - Atualizado às 11h58

Presidente Jair Bolsonaro ao lado do ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, no começo da crise do coronavírus. (Foto: Andre Coelho/Getty Images, Arquivo)
Presidente Jair Bolsonaro ao lado do ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, no começo da crise do coronavírus. (Foto: Andre Coelho/Getty Images, Arquivo) - Presidente Jair Bolsonaro ao lado do ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, no começo da crise do coronavírus. (Foto: Andre Coelho/Getty Images, Arquivo)

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM-MS), disse hoje, em coletiva de imprensa, que a pasta está preparando um protocolo para orientar o uso de máscaras também para aqueles que não apresentem sintomas da doença causada pelo novo coronavírus e têm de circular nas ruas do país.

Mandetta orientou o usou de máscaras de TNT (tecido-não-tecido) para pessoas que precisam de alguma proteção no trabalho ou no transporte público, por exemplo.

O ministro ainda afirmou que conversou com representantes da indústria têxtil para a confecção dessas máscaras que, de acordo com Mandetta, podem ser lavadas e reutilizadas.

No último sábado, o ministro sugeriu que companhias têxteis ajudassem na confecção de máscaras TNT para suprir a demanda iminente do sistema de Saúde. O ministro ainda citou Riachuelo e Alpargatas como empresas que podem ajudar.

Jornal Midiamax