Brasil

Confronto em complexo do Rio continua e moradores escutam tiros e explosão de granadas

Os confrontos entre facções rivais no Complexo do São Carlos, no Rio de Janeiro, voltaram a acontecer durante a tarde desta quinta-feira (27), moradores da região relatam terem ouvido disparos feitos por armas de grosso calibre e explosões de granadas. As disputadas armadas entre as fações pelo controle do Complexo do São Carlos se iniciou […]

Gabriel Neves Publicado em 27/08/2020, às 14h45

Suspeito morreu em confronto com a polícia no Morro do Querosene. (Foto: reprodução/O Globo)
Suspeito morreu em confronto com a polícia no Morro do Querosene. (Foto: reprodução/O Globo) - Suspeito morreu em confronto com a polícia no Morro do Querosene. (Foto: reprodução/O Globo)

Os confrontos entre facções rivais no Complexo do São Carlos, no Rio de Janeiro, voltaram a acontecer durante a tarde desta quinta-feira (27), moradores da região relatam terem ouvido disparos feitos por armas de grosso calibre e explosões de granadas.

As disputadas armadas entre as fações pelo controle do Complexo do São Carlos se iniciou na noite de ontem (26), uma mulher morreu baleada ao proteger o filho, de 3 anos, e uma família foi feita refém em um condomínio, segundo publicado no portal UOL.

Uma rua, considerada um dos principais acessos ao complexo, está bloqueada, moradores relataram terem escutados disparos e explosões de granadas.

Uma equipe de reportagem da emissora GloboNews ficou encurralada ao se verem no meio do fogo cruzado. Viaturas da PM-RJ (Polícia Militar do Rio) e um blindado chamado de Caveirão foram ao local. Helicópteros da polícia sobrevoam a área.

Jornal Midiamax