Brasil

Com facão no pescoço, repórter da Globo é mantida refém no Rio

Uma repórter da TV Globo, no Rio de Janeiro, foi mantida refém por um homem que invadiu a emissora na tarde quarta-feira (10). O rapaz entrou no prédio, que fica no Jardim Botânico, armado com um fação. Segundo informou o site Metrópoles, ele invadiu a sede do canal gritando ‘Globo Lixo’. De acordo com um […]

Cleber Rabelo Publicado em 10/06/2020, às 15h04 - Atualizado às 15h33

Reprodução, Metrópoles
Reprodução, Metrópoles - Reprodução, Metrópoles

Uma repórter da TV Globo, no Rio de Janeiro, foi mantida refém por um homem que invadiu a emissora na tarde quarta-feira (10). O rapaz entrou no prédio, que fica no Jardim Botânico, armado com um fação.

Segundo informou o site Metrópoles, ele invadiu a sede do canal gritando ‘Globo Lixo’. De acordo com um cinegrafista que estava por lá, todos os funcionários ficaram isolados, presos no andar onde funciona a GloboNews.

Enquanto mantinha a repórter, identificada apenas como Marina, refém, o rapaz apontava a arma para o pescoço dela, enquanto a beijava na cabeça. Ele disse também que estava à procura da jornalista Renata Vasconcellos, que faz aniversário nesta quarta.

Quando ficou sabendo do fato, Renata apareceu no local e , segundo fonte do jornal, o suspeito soltou a faca. O rapaz foi preso e a situação foi controlada.

Jornal Midiamax