Brasil

Azul e Latam começam a vender passagens dentro do acordo de codeshare no dia 13

A Azul e Latam já devem começar a vender passagens dentro do acordo de compartilhamento de voos (codeshare) na próxima quinta-feira (13) afirmou o presidente da Azul, John Rodgerson, nesta terça-feira (11). O executivo falou com a imprensa após o lançamento da nova subsidiária de voos regionais, a Azul Conecta “Qualquer oportunidade que você tem […]

Agência Estado Publicado em 11/08/2020, às 13h32

Caso aconteceu em voo da Latam que seguia de Guarulhos para Fortaleza-CE. (Foto ilustrativa: Reprodução/Facebook GRU Airport)
Caso aconteceu em voo da Latam que seguia de Guarulhos para Fortaleza-CE. (Foto ilustrativa: Reprodução/Facebook GRU Airport) - Caso aconteceu em voo da Latam que seguia de Guarulhos para Fortaleza-CE. (Foto ilustrativa: Reprodução/Facebook GRU Airport)

A Azul e Latam já devem começar a vender passagens dentro do acordo de compartilhamento de voos (codeshare) na próxima quinta-feira (13) afirmou o presidente da Azul, John Rodgerson, nesta terça-feira (11). O executivo falou com a imprensa após o lançamento da nova subsidiária de voos regionais, a Azul Conecta

“Qualquer oportunidade que você tem para conectar duas malhas vai trazer demanda. Isso é muito bom. Em tempos assim (de crise) você tem de ter criatividade. Temos muitas aeronaves paradas”, disse o executivo.

Em junho, Azul e LATAM anunciaram um acordo de codeshare para conectar rotas em suas respectivas redes domésticas no Brasil. O acordo incluirá inicialmente 50 rotas domésticas não sobrepostas de/para Brasília (BSB), Belo Horizonte (CNF), Recife (REC), Porto Alegre (POA), Campinas (VCP), Curitiba (CWB) e São Paulo (GRU).

BNDES

A Azul ainda analisa a ajuda financeira prometida pelo governo via BNDES. O executivo foi perguntado sobre em que pé está o processo, mas se limitou a dizer que o grupo recebeu os termos da linha do banco e está avaliando. A Azul divulga seus resultados trimestrais nesta semana e, por isso, Rodgerson evitou dar mais detalhes por agora.

Jornal Midiamax