Brasil

Armados e com reféns, grupo com 30 criminosos rouba Banco do Brasil em Criciúma

Moradores de Criciúma, no Sul de Santa Catarina, se viram em meio a uma guerra travada entre assaltantes que roubaram uma agência do Banco do Brasil e policiais. O roubo realizado pelo grupo, composto por cerca de 30 assaltantes, iniciou o roubo às 23h50 desta segunda-feira (30) e a ação terminou somente na madrugada desta […]

Gabriel Neves Publicado em 01/12/2020, às 07h29 - Atualizado às 07h36

Tiroteio, reféns, explosivos e dezenas de carros marcaram as horas de terror vividas em Criciúma. (Foto: Reprodução)
Tiroteio, reféns, explosivos e dezenas de carros marcaram as horas de terror vividas em Criciúma. (Foto: Reprodução) - Tiroteio, reféns, explosivos e dezenas de carros marcaram as horas de terror vividas em Criciúma. (Foto: Reprodução)

Moradores de Criciúma, no Sul de Santa Catarina, se viram em meio a uma guerra travada entre assaltantes que roubaram uma agência do Banco do Brasil e policiais.

O roubo realizado pelo grupo, composto por cerca de 30 assaltantes, iniciou o roubo às 23h50 desta segunda-feira (30) e a ação terminou somente na madrugada desta terça-feira (1°).

Pessoas foram feitas reféns e usadas para bloquear e barrar a chegada dos policiais. Um vigilante e um policial acabaram feridos na ação, ninguém morreu, conforme publicado no portal G1.

Armados e com reféns, grupo com 30 criminosos rouba Banco do Brasil em Criciúma
Reféns foram utilizados como barreiras humanas para bloquear a policia. (Foto: Reprodução)

Ainda não se sabe o valor roubado pelo grupo, apenas quatro pessoas foram presas por terem recolhido cerca de R$ 810 mil que ficaram jogados no chão devido a explosão durante o assalto.

Além disso, foram encontrados 30 quilos de explosivos deixados para trás, a polícia ainda não sabe a quantia exata utilizada pelos assaltantes.

Jornal Midiamax