Brasil

Após saída de Teich, bairros do Rio e SP registram panelaço e xingamento a Bolsonaro

Assim como aconteceu após a demissão de Luiz Henrique Mandetta, o anúncio da saída do atual ministro da Saúde, Nelson Teich, em meio à pandemia de coronavírus surpreendeu brasileiros e provocou panelaços imediatos em São Paulo e no Rio de Janeiro. Em vários bairros do Rio, principalmente da zona sul da cidade, foram registradas as […]

Matheus Maderal Publicado em 15/05/2020, às 11h58 - Atualizado às 12h09

Foto: reprodução
Foto: reprodução - Foto: reprodução
Assim como aconteceu após a demissão de Luiz Henrique Mandetta, o anúncio da saída do atual ministro da Saúde, Nelson Teich, em meio à pandemia de coronavírus surpreendeu brasileiros e provocou panelaços imediatos em São Paulo e no Rio de Janeiro.
Em vários bairros do Rio, principalmente da zona sul da cidade, foram registradas as manifestações, que incluíram gritos de “Fora Bolsonaro”, “canalha”, “assassino” e “genocida”. Houve registros em locais como Flamengo, Botafogo, Laranjeiras, Cosme Velho e Glória.
No Twitter, moradores de diferentes bairros de São Paulo publicaram vídeos sobre o barulho da vizinhança, que pede o impeachment do presidente. Com a mesma reivindicação e formato, outra manifestação deve ocorrer ainda esta noite, às 20h.

Jornal Midiamax