Brasil

Após caso de André do Rap, traficante também pede soltura a Marco Aurélio

Após a libertação do traficante André do Rap, concedida pelo ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Marco Aurélio Mello, outro membro da mesma facção de André fez um pedido semelhante ao magistrado, no último sábado (10). A liminar que libertou André foi derrubada pelo presidente do Supremo, Luiz Fux, há dois dias, mas o traficante […]

Gabriel Neves Publicado em 12/10/2020, às 16h34

Gilcimar de Abreu preso por tráfico e associação no tráfico transnacional de drogas também pediu soltura a Marco Aurélio. (Foto: reprodução)
Gilcimar de Abreu preso por tráfico e associação no tráfico transnacional de drogas também pediu soltura a Marco Aurélio. (Foto: reprodução) - Gilcimar de Abreu preso por tráfico e associação no tráfico transnacional de drogas também pediu soltura a Marco Aurélio. (Foto: reprodução)

Após a libertação do traficante André do Rap, concedida pelo ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Marco Aurélio Mello, outro membro da mesma facção de André fez um pedido semelhante ao magistrado, no último sábado (10).

A liminar que libertou André foi derrubada pelo presidente do Supremo, Luiz Fux, há dois dias, mas o traficante já havia fugido para o exterior.

O novo pedido foi feito por Gilcimar de Abreu, de 35 anos, preso na Penitenciária 2 de Mirandópolis (SP) por tráfico e associação no tráfico transnacional de drogas, conforme publicado no portal UOL.

Na petição endereçada a Mello, a advogada de Abreu, Ronilce Maciel de Oliveira, afirma que seu cliente “encontra-se em situação idêntica ao paciente André Oliveira Macedo (André do Rap)”.

O argumento da defesa de André, que também foi utilizada pelos advogados de Gilcimar, é que os presos não tiveram sua prisão preventiva renovada dentro do prazo máximo de 90 dias estipulado pela lei anticrime.

Em 2014, Abreu foi sentenciado a 12 anos de prisão, pena que caiu para 8 anos e 2 meses em regime inicial fechado. Assim como André, ele permaneceu foragido ao longo do processo.

Marco Aurélio Mello não tem prazo para decidir sobre o pedido de Gilcimar.

Jornal Midiamax