Brasil

Advogados são mortos a tiros em escritório de advocacia em Goiânia

Dois advogados foram mortos a tiros na tarde desta quarta-feira (28). Segundo a Polícia Militar, as vítimas são Frank Alessandro Carvalhaes de Assis e Marcus Aprigio Chaves. Eles foram baleados em um escritório de advocacia, no Setor Aeroporto, em Goiânia. As informações são do Diário de Goiânia. De acordo com apuração preliminar, um suspeito invadiu […]

Da Redação Publicado em 28/10/2020, às 16h27

None

Dois advogados foram mortos a tiros na tarde desta quarta-feira (28). Segundo a Polícia Militar, as vítimas são Frank Alessandro Carvalhaes de Assis e Marcus Aprigio Chaves. Eles foram baleados em um escritório de advocacia, no Setor Aeroporto, em Goiânia. As informações são do Diário de Goiânia.

De acordo com apuração preliminar, um suspeito invadiu o escritório e disparou contra as vítimas.

Marcus Aprigio, um dos mortos, é filho do desembargador Leobino Chaves, do Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO).

A sessão da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Goiás (OAB-GO) que define a lista sêxtupla do Quinto Constitucional de Advocacia precisou ser suspensa por 15 minutos após a notícia da morte de Assis e Aprigio. Um dos nomes da lista será indicado pelo Tribunal de Justiça de Goiás e o governador Ronaldo Caiado para o cargo de desembargador.

Jornal Midiamax