Brasil

Menina de 11 anos mentiu sobre estupro coletivo, diz polícia

Crime teria ocorrido em baile funk

Patrícia Penzin Publicado em 24/04/2018, às 12h56

None

menina de 11 anos que denunciou ter sido vítima de um estupro coletivo durante um baile funk na Praia Grande, em São Paulo, mentiu à Polícia Civil. Segundo o site G1, a menina confessou, em novo depoimento à polícia, que o crime não aconteceu.

Segundo a polícia, a criança mentiu para não evitar brigar com uma colega.

O crime foi registrado no domingo. A menina alegou que foi violentada por um grupo de 14 jovens. Ela chegou a ser levada para o Pronto Socorro, onde os médicos constaram o possível abuso.

Ao G1, no entanto, o delegado Carlos Henrique Fogolin de Souza afirmou que o laudo do Instituto Médico Legal (IML) atestou que não houve relação sexual recente.

Jornal Midiamax