Brasil

Médicos afirmam que Bolsonaro não corre risco imediato, mas acompanham evolução

Após cirurgia, Bolsonaro segue internado na UTI da Santa Casa de Misericórdia, em Juiz de Fora (MG). De acordo com os médicos, o estado de saúde do candidato à presidência pelo PSL, é estável. Ainda de acordo com os médicos do hospital, Bolsonaro não corre risco imediato, mas a evolução do quadro será acompanhado. Na […]

Cleber Rabelo Publicado em 06/09/2018, às 19h51 - Atualizado às 22h44

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução - Foto: Reprodução

Após cirurgia, Bolsonaro segue internado na UTI da Santa Casa de Misericórdia, em Juiz de Fora (MG). De acordo com os médicos, o estado de saúde do candidato à presidência pelo PSL, é estável. Ainda de acordo com os médicos do hospital, Bolsonaro não corre risco imediato, mas a evolução do quadro será acompanhado.

Na véspera do aniversário da Independência do Brasil, o alto escalão do Exército, incluindo o comandante, general Eduardo Villas Boas, está reunido em Brasília, para um encontro previamente agendado. O ataque contra o candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL), está na pauta.

Conforme informação do jornal Correio Braziliense, logo depois do ataque a Bolsonaro, Villas Boas disse que o episódio “aumenta muito as nossas preocupações com as eleições”. O general, que tem rechaçado repetidamente a possibilidade de uma intervenção militar no país, vem se mostrando preocupado com o acirramento dos ânimos na disputa eleitoral.

Bolsonaro segue internado na UTI da Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora (MG).

Jornal Midiamax