Brasil

Manifestantes jogam tinta vermelha na entrada do STF aos gritos: “Lula livre”

A entrada do Supremo Tribunal Federal (STF), área externa do Salão Branco, foi atingida com tinta vermelha por um grupo de simpatizantes do ex-presidente Lula nesta terça-feira (24). Os manifestantes carregavam cartazes e gritavam “Lula livre” em frente ao tribunal, por onde entram os ministros para as sessões. Estiveram na manifestação aproximadamente 30 pessoas, mas […]

Egina Becker Publicado em 24/07/2018, às 14h09 - Atualizado às 14h10

None

A entrada do Supremo Tribunal Federal (STF), área externa do Salão Branco, foi atingida com tinta vermelha por um grupo de simpatizantes do ex-presidente Lula nesta terça-feira (24). Os manifestantes carregavam cartazes e gritavam “Lula livre” em frente ao tribunal, por onde entram os ministros para as sessões.

Estiveram na manifestação aproximadamente 30 pessoas, mas ninguém chegou ser abordado. Os seguranças do local disseram que o grupo usava mascaras e narizes de palhaço, e saíram antes que pudessem se aproximar, sem ameaças ou confrontos físicas.

Caso sejam identificadas, as pessoas poderão responder por dano ao patrimônio público. Funcionários do Tribunal isolaram o prédio para realizarem a limpeza.

Caso semelhante

Manifestantes jogam tinta vermelha na entrada do STF aos gritos: “Lula livre”
(Foto: Reprodução)

No mês de abril, manifestantes pintaram o prédio onde a ministra Cármen Lúcia, presidente do STF, tem um apartamento, em Minas Gerais.

Na época, a ministra tinha acabo de votar contra o pedido de habeas corpus do ex-presidente. Há suspeitas de que seja atuação do mesmo grupo.

Jornal Midiamax