Brasil

Incêndio atinge o Museu Nacional da Quinta da Boa Vista no Rio de Janeiro

O Museu Nacional da Quinta da Boa Vista, a mais antiga instituição científica brasileira, é assolado por um incêndio de grandes proporções na noite deste domingo (2). Segundo o Jornal Extra, o Corpo de Bombeiros está no local combatendo as chamas. De acordo com informações passadas ao G1 pelo Corpo de Bombeiros, as chamas começaram […]

Tatiana Marin Publicado em 02/09/2018, às 19h51 - Atualizado às 20h26

Reprodução/TV Globo
Reprodução/TV Globo - Reprodução/TV Globo

O Museu Nacional da Quinta da Boa Vista, a mais antiga instituição científica brasileira, é assolado por um incêndio de grandes proporções na noite deste domingo (2). Segundo o Jornal Extra, o Corpo de Bombeiros está no local combatendo as chamas.

De acordo com informações passadas ao G1 pelo Corpo de Bombeiros, as chamas começaram por volta das 19h, quando o museu já estava fechado. No prédio haviam somente 4 vigias noturnos que escaparam. Não há vítimas. 

Criado por D. João VI

De acordo com o Jornal Extra, o Museu Nacional completou 200 anos em 2018. Ele foi criado por D. João VI, em 6 de junho de 1818 e, inicialmente, ficava sediado no Campo de Sant’Ana.

O local abriga um acervo de mais de 20 milhões de itens. Os destaques são a coleção egípcia, que começou a ser adquirida pelo imperador Dom Pedro I; a coleção de arte e artefatos greco-romanos da Imperatriz Teresa Cristina; as coleções de Paleontologia que incluem o Maxakalisaurus topai, dinossauro proveniente de Minas Gerais; o mais antigo fóssil humano já encontrado no país.

Incêndio atinge o Museu Nacional da Quinta da Boa Vista no Rio de Janeiro
Museu da Quinta da Boa Vista | Reprodução

Texto editado às 20h26 do dia 02/09/2018 para adição de informações.

Jornal Midiamax