Brasil

Exército é recebido a flechadas durante instalação de urnas eletrônicas em aldeia de MT

Militares do Exército Brasileiro foram recebidos a flechadas ao levar urnas eletrônicas em uma aldeia de Brasnorte, a 580 quilômetros de Cuiabá (MT). A Funai (Fundação Nacional do Índio) precisou ser acionada para que os homens pudessem entrar no local, que possui 70 eleitores. De acordo com o primeiro boletim da Justiça Eleitoral, emitido neste […]

Bruna Vasconcelos Publicado em 07/10/2018, às 15h46

Foto: Divulgação / CMO
Foto: Divulgação / CMO - Foto: Divulgação / CMO

Militares do Exército Brasileiro foram recebidos a flechadas ao levar urnas eletrônicas em uma aldeia de Brasnorte, a 580 quilômetros de Cuiabá (MT). A Funai (Fundação Nacional do Índio) precisou ser acionada para que os homens pudessem entrar no local, que possui 70 eleitores.

De acordo com o primeiro boletim da Justiça Eleitoral, emitido neste domingo (7), os homens da força de segurança do Exército chegaram com os equipamentos na comunidade indígena e foram recebidos com fechadas.

Ainda conforme o juiz do TRE (Tribunal Regional Eleitoral) Lidio Modesto, a Funai precisou interceder para que as urnas fossem instaladas no local. A negociação durou cerca de 30 minutos e foi finalizada sem vítimas.

“Eles não concordaram com a mudança da seção, que antes ficava na cidade, para dentro da aldeia. Então receberam o Exército com flechas. Foi preciso acionar a Funai para apaziguar os ânimos”, concluiu.

Jornal Midiamax