Brasil

Amiga de Marielle, vereadora de Niterói recebeu ameaça de bomba

Ameaças recebidas por telefone

Diego Alves Publicado em 18/03/2018, às 00h56

None

Ameaças recebidas por telefone

Única vereadora na Câmara Municipal de Niterói, Talíria Petrone, do PSOL, era amiga íntima de Marielle Franco. No final de 2017, a parlamentar foi alvo de ameaças recebidas por telefone na sede do partido na cidade.Amiga de Marielle, vereadora de Niterói recebeu ameaça de bomba

Segundo a assessoria da vereadora, um homem ligou diversas vezes durante o dia 14 de novembro. Ao telefone, “xingou Talíria de vagabunda” e também “prometeu matá-la com uma bomba”.

De acordo com a equipe do partido, são guardadas inclusive latas de tinta na sede do PSOL para cobrir as corriqueiras pichações com palavras de ódio. “Nas redes, são cotidianos os xingamentos. Quando realizamos o evento PSOL Na Praça, é comum carros passando e esbravejando contra Talíria, dizendo que ‘só matando mesmo'”, conta uma assessora.

Talíria tem uma trajetória de atuação muito similar à da amiga Marielle, com foco na defesa das mulheres, dos negros e minorias. A denúncia de abusos policiais e de outros agentes de segurança também pautam a vida política da vereadora de Niterói. Segundo sua assessoria, providências em relação à segurança de Talíria estão sendo tomadas, após a tragédia envolvendo Marielle Franco.

Jornal Midiamax