Brasil

Acampamento pró-Lula é atacado a tiros em Curitiba

Duas pessoas ficaram feridas, uma segue em estado grave

Tábata Rauschkolb Publicado em 28/04/2018, às 08h56

None

Acampamento de apoiadores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi atacado a tiros na madrugada desse sábado (28). Segundo nota divulgada pelo PT (Partido dos Trabalhadores) foram relatados mais de vinte disparos contra o acampamento.

Um dos tiros atingiu o acampado Jeferson, no pescoço, ele está gravemente ferido e segue internado no Hospital do Trabalhador, em Curitiba. Jeferson estava atuando como segurança voluntário do acampamento quando houve o ataque.

O coletivo Jornalistas Livres afirmou que o ataque ocorreu por volta das quatro horas da madrugada e que desde as duas da manhã carros sondavam o local com pessoas gritando palavras de ordem em apoio à Jair Bolsonaro.

Através do twitter a presidente do PT, Gleisi Hoffamann denunciou o atentado e prestou solidariedade à Jeferson.Agência PT de notícias

Acampamento pró-Lula é atacado a tiros em Curitiba

Ainda em nota o PT afirma que o acampamento foi montado em outro local a pedido da Secretaria de Segurança Pública por questões de segurança e cobram a identificação do atirador.

“Nós desmanchamos o acampamento cumprindo ordem oficial. Fizemos a opção de ir para um terreno e seria garantida a segurança. Agora o que cobramos da Secretaria de Segurança Pública é investigação, que identifique o atirador”, enfatiza Dr Rosinha, presidente do PT estadual e integrante da coordenação da vigília.

Jornal Midiamax