Brasil

Quatro pessoas morrem e uma sobrevive a queda de avião em Roraima

Sobrevivente está internado em estado grave

Joaquim Padilha Publicado em 04/07/2017, às 10h31

None

Sobrevivente está internado em estado grave

Um avião monomotor da empresa Paramazônia Táxi Aéreo caiu nesta segunda-feira (3) na cidade de Cantá, no norte de Roraima, enquanto prestava serviços ao Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis). A queda deixou quatro pessoas mortas e um sobrevivente.

Segundo o chefe da Defesa Civil de Roraima, coronel Doriedson Ribeiro, haviam cinco pessoas na aeronave, e uma delas foi resgatada com vida logo após o acidente, pela própria empresa dona da aeronave. Ela foi encaminhada ao Hospital Geral de Roraima, em Bela Vista.

Os corpos das quatro vítimas fatais do acidente passarão por perícia, de acordo com o coronel. O piloto da aeronave, Marcos Costa Jardim, está entre os mortos. Os outros não tiveram seus nomes resgatados.

A Secretaria Estadual de Saúde de Roraima informou que o sobrevivente da queda está internado em estado grave no Hospital Geral do Estado. A empresa responsável pelo avião lamentou o acidente, em nota.Quatro pessoas morrem e uma sobrevive a queda de avião em Roraima

Segundo a Defesa Civil, a aeronave caiu em uma região de mata no fim da pista de pouso da Paramazônia e pegou fogo. Um vizinho da pista ouviu gritos de socorro do sobrevivente da queda, e afirmou ter visto a vítima ensanguentada e com as roupas queimadas, antes de ser levada pelos funcionários da empresa.

A empresa Paramazônia é a mesma que operou um resgate frustrado, no dia 14 de junho, quando o piloto Elcides Rodrigues Pereira fez um pouso forçado na selva amazônica. Ao tentar o resgate do piloto, a empresa acabou deixando que o mesmo caísse em um rio e morresse.

Jornal Midiamax