Preso estudante acusado de manter relação sexual com uma cadela

Suspeita que ele seja membro de um grupo de zoófilos
| 26/04/2017
- 03:28
Preso estudante acusado de manter relação sexual com uma cadela

Suspeita que ele seja membro de um grupo de zoófilos

A Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema), da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso, deu cumprimento ao mandado de prisão, decretado contra o estudante, Emerson Fernandes Pedroso, indiciado por maus tratos de animais e associação criminosa. A Polícia Civil suspeita que ele seja membro de um grupo de zoófilos – pessoas que têm atração e envolvimento sexual com animais de outras espécies.

O mandado de prisão foi cumprido pelos policiais da Dema, no começo da noite desta segunda-feira (24.04).  O estudante será interrogado pelo delegado, Gianmarco Paccola Capoani, e após encaminhado ao Sistema Prisional para o cumprimento da prisão de 5 dias, expedida pela Vara Especializada do Meio Ambiente, no final da tarde desta segunda. 

O rapaz aparece em imagens mantendo relação sexual com uma cadela. O vídeo circulou na semana passada nas redes sociais e causou revolta na sociedade e em diversas Organizações Não-Governamentais (Ongs) de proteção aos animais. O suspeito tem quatro cães, dos quais dois a Polícia Civil conseguiu resgatar na noite de sábado (22). A cadela que aparece na filmagem ainda não foi encontrada.

Os dois cães apreendidos, uma fêmea e outro macho, estavam sob os cuidados de uma pessoa, amiga da família do envolvido, que após saber das diligências ininterruptas realizadas pela Polícia Civil durante todo o feriado de sexta-feira (21) e sábado, para apreender os animais, entrou em contato com os policiais para entregar os cachorros.

O indiciado recebeu a notificação da prisão, na Dema, onde se apresentou nesta tarde para prestar esclarecimentos à Polícia Civil.

Veja também

Crédito rural, do Banco do Brasil, é o maior do País; pelo menos é o que afirma o presidente do banco

Últimas notícias