Brasil

PF mira grupo que movimentou R$ 5,7 bilhões com contrabando do Paraguai

Operação Hammer-on envolve cinco Estados

Joaquim Padilha Publicado em 15/08/2017, às 10h39

None

Operação Hammer-on envolve cinco Estados

A Polícia Federal deflagrou uma operação em conjunto com a Receita Federal na manhã desta terça-feira (15), com o objetivo combater um grupo especializado em lavagem de dinheiro e evasão de divisas, que teria movimentado cerca de R$ 5,7 bilhões de forma ilícita.

Os crimes teriam ocorrido por meio de empresas controladas pelo grupo, entre os anos de 2012 e 2016, segundo nota da Polícia Federal. A operação ocorre nos Estados de São Paulo, Paraná, Espírito Santo, Minas Gerais e Santa Catarina.

O grupo alvo da operação é investigado desde 2015 segundo a Polícia Federal. Os empresários utilizavam contas de suas empresas para receber dinheiro de pessoas físicas que queriam contrabandear produtos, drogas e cigarros do Paraguai.PF mira grupo que movimentou R$ 5,7 bilhões com contrabando do Paraguai

Cerca de 300 policiais federais e 45 servidores da Receita Federal foram mobilizados para a operação, batizada de Hammer-on. A ação é um desdobramento das operações Sustenido e Bemol, realizadas em 2014 e 2015.

A operação Hammer-on possui 153 ordens judiciais, sendo duas prisões preventivas, 17 prisões temporárias, 53 mandados de condução coercitiva e 82 mandados de busca e apreensão.

Jornal Midiamax