Brasil

Pelo menos 33 presos são mortos na maior penitenciária de Roraima

Bope e PM estão no local, diz Secretaria de Justiça e Cidadania

Henrique Kawaminami Publicado em 06/01/2017, às 11h56

None
pamc.jpg

Bope e PM estão no local, diz Secretaria de Justiça e Cidadania

Ao menos 33 presos morreram na madrugada desta sexta-feira (6) na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo, a maior de Roraima, informou a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc).

De acordo com nota da secretaria, o Batalhão de Operações Especiais (Bope) e a Polícia Militar (PM) estão na unidade que fica na zona Rural de Boa Vista

A pasta informou ainda que a situação está sob controle na unidade

De acordo com informações de agentes penitenciários, não houve fugas. As mortes dos presos ocorreram na ala 05, cozinha e cadeião.

Ainda não foi divulgado detalhes sobre o novo massacre que aconteceu cinco dias após uma briga entre facções criminosas deixar 56 detentos mortos no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), em Manaus.

Na terça-feira (3), o Amazonas emitiu alerta para Roraima no intuito de avisar sobre possíveis confrontos entre presos nas unidades do estado. No domingo (1º), 56 presos foram mortos durante uma rebelião no Complexo Penitenciário Anísio Jobim, em Manaus.

Veja a nota na íntegra

A Secretaria de Justiça e Cidadania informa que nesta madrugada (dia 6) foram registradas 33 mortes na Pamc (Penitenciária Agrícola de Monte Cristo).

Esclarece que a situação está sob controle e que o Bope (Batalhão de Operaçõe

Jornal Midiamax