Modelos processam sócios da Playboy sob acusação de assédio sexual

Caso foi reportagem no Fantástico neste domingo
| 24/04/2017
- 14:56
Modelos processam sócios da Playboy sob acusação de assédio sexual

Caso foi reportagem no Fantástico neste domingo

Dois sócios da editora da revista , a PBB Enterteinment, foram acusados de assédio sexual por oito modelos. O assunto foi reportagem deste domingo (24) no Fantástico, da TV Globo.

Os empresário André Luís Sanseverino e Marcos Aurélio de Abreu Rodrigues e Silva teriam prometido oportunidades de trabalho fama e sucesso às meninas em troca de fotos nuas e sexo.

As modelos teriam trabalhado como “coelhinhas” em um festa de relançamento da revista, em agosto de 2016. Enquanto Rodrigo Abreu teria assediado as meninas durante a festa, Sanseverino passou a pedir fotos das garotas nuas e fazer convites sucetivos para encontros.

As modelos estão processando os sócios da revista e mostraram em reportagem no Fantástico, conversas pelo Whatsapp com Sanseverino. 

Em nota, a Playboy declarou que “repudia toda forma de desrespeito contra a mulher”, e informou que pediu o afastamento de André Severino de qualquer atividade relacionada a empresa, por tempo indeterminado.

“Acreditamos de forma franca e honesta que ele deverá colaborar para elucidar os fatos até que as denúncias sejam apuradas”, diz a nota.

(com supervisão de Evelin Cáceres)

Veja também

Últimas notícias