Brasil

Esquema de fraudes em aposentadorias militares é investigado pela PF

Polícia Federal deflagrou operação no Rio Grande do Sul

Joaquim Padilha Publicado em 21/08/2017, às 14h11

None

Polícia Federal deflagrou operação no Rio Grande do Sul

A Polícia Federal e a Polícia Judiciária Militar lançaram uma operação conjunta nesta segunda-feira (21) para desarticular um esquema de fraude na obtenção de aposentadorias militares no Rio Grande do Sul, por meio de atestados médicos falsos.

Os envolvidos no esquema apresentavam os atestados que indicavam doenças psiquiátricas para manter o vínculo de militar com o Exército enquanto realizavam tratamentos de saúde, sendo posteriormente encaminhados para a reforma – a aposentadoria militar.

“Durante as investigações, diligências flagraram pessoas com diagnósticos incapacitantes para a vida militar, por problemas físicos ou psíquicos, em uma rotina normal de vida, inclusive com ocupações remuneradas”, afirmou a PF.Esquema de fraudes em aposentadorias militares é investigado pela PF

Os policiais cumprem um mandado de prisão preventiva, três mandados de condução coercitiva e dois de busca e apreensão no âmbito da Operação Reformados, nas cidades de Canoas e Hamburgo, no Rio Grande do Sul.

Os envolvidos no esquema podem ser presos pelos crimes de estelionato e falsidade ideológica. A Polícia Federal não divulgou valores a respeito dos prejuídos com as fraudes.

Jornal Midiamax