Brasil

Dez presos ficam feridos após motim em presídio de Santa Catarina

Penitenciárias catarinenses estão em 'nível de alerta'

Ana Paula Chuva Publicado em 19/01/2017, às 20h50

None
policiais.jpg

Penitenciárias catarinenses estão em 'nível de alerta'

Com cerca de uma hora de duração, um motim no Presídio Regional de Lages, em Santa Catarina, deixou 10 detentos feridos após a queima de colchões na unidade prisional. Equipes de agentes penitenciários especializados em intervenção prisional, com a ajuda da PM, teriam controlado a situação no local. Segundo informações da Agência Brasil, o fogo dos colchões foi contido pelo Corpo de Bombeiros.

Os presos que ficaram feridos pelas chamas estão sendo atendidos em unidades de saúde, mas nenhum deles corre risco de morrer. Não houve reféns ou fugas. A corregedoria geral da secretaria e a diretoria de Inteligência do Deap (Departamento de Administração Prisional) investigam a causa do motim.

De acordo com a Deap, todas as penitenciárias catarinenses estão em “nível de alerta”, com atenção redobrada, quantitativo extra de agentes de sobreaviso e procedimentos de segurança reforçados.

Jornal Midiamax