Brasil

VÍDEO: PMs abandonam cordão de isolamento e aderem a protesto

No Rio de Janeiro

Diego Alves Publicado em 17/11/2016, às 00h37

None
15068378_1321639584515667_3881814362776332235_o.jpg

No Rio de Janeiro

Dois soldados do Batalhão de Choque do Rio de Janeiro que faziam parte do cordão de isolamento do Palácio Tiradentes, sede da Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj), deixaram o cerco e se juntaram aos manifestantes no início da tarde de hoje.

Milhares de servidores protestam nesta quarta-feira, 16, em frente ao prédio da Alerj contra o pacote de cortes do governo do estado, que terá duas medidas votadas na tarde de hoje.

Policiais militares, civis e bombeiros participam do ato, que começou às 10h e conta com a adesão de várias categorias, como servidores da Justiça e educação.

O estudante de jornalismo Julio Trindade presenciou o momento em que os policiais do Choque aderiram ao protesto. “O Choque foi em direção à Alerj,  reprimindo a população que estava desde a altura do Tribunal de Justiça – entre eles, alguns manifestantes, mas outros esperando atendimento ou retornando de almoço – com bombas e jatos d’água”, disse Trindade a EXAME.com.

Segundo ele, os policiais que aderiram ao protesto foram aplaudidos pelos manifestantes. “Quando o batalhão chegou na frente da garagem do Menezes Cortes, esses dois policiais do Choque, que estavam no front, abandonaram o posto e resolveram voltar no sentido contrário, sendo ovacionados pela população”, afirmou Trindade. Vídeo:

Veja o momento em que os policiais aderiram ao ato:

Jornal Midiamax